Passeio à Foz do Rio São Francisco

FOZ DO RIO SÃO FRANCISCO/AL: Veja dicas completas!

Localizada no município de Piaçabuçu/AL, a Foz do Rio São Francisco fica a aproximadamente 140km de Maceió.

Parece cenário de filme! E é mesmo! Cenas da produção Deus é Brasileiro, contracenada por Antônio Fagundes e Wagner Moura, foram gravadas por essas bandas!

piacabucu-3

Piaçabucu – Santuário Ecológico(Embarque)

O lugar emociona por sua beleza e simplicidade. Dunas móveis, coqueirais, resquícios de uma antiga comunidade quilombola (Ilha Pixaim), rico artesanato e o maravilhoso Velho Chico tornam esse bate e volta, saindo da capital alagoana, mais que perfeito!

Assim, torcendo para que você coloque o passeio na sua lista quando estiver de bobeira na capital alagoana, preparei várias dicas para dar aquela força! Simbora!

QUANDO IR?

Garantido mesmo é ir entre outubro e fevereiro! Entre abril e agosto a probabilidade de chuvas é maior.

COMO CHEGAR?

Você pode alugar um carro e seguir pela AL 101 norte ou contratar um transfer. A estrada é boa e não leva mais que 2h. 

VALE A PENA CONTRATAR O SERVIÇO DE TRANSFER?

Sim! É bem mais cômodo e você ainda vai fazer amizade com outros viajantes. Os transfers que saem de Maceió normalmente incluem o transporte de ida e volta, o passeio de barco e o almoço.

piacabucu-16

QUANTO CUSTA O BATE E VOLTA SAINDO DE MACEIÓ?         

Em torno de $100,00 por pessoa. 

INDO DE CARRO É POSSÍVEL CONTRATAR O PASSEIO NO LOCAL?

Sim. Há agências locais mas não utilizei o serviço.

IMG_1523.JPG

QUANTO TEMPO DE PASSEIO UTILIZANDO O TRANSFER?

Saímos por volta das 7h30min e voltamos no final da tarde. Tempo suficiente para curtir um pouco de tudo.

É ADEQUADO PARA CRIANÇAS e/ou IDOSOS?

Sim. Sem problemas. É um passeio seguro e que não exige muito esforço físico. A molecada vai se divertir e os idosos também vão amar.

VALE A PENA FAZER O PASSEIO DE BARCO?

Sim, criatura!! É exatamente nesse passeio que alcançamos a Foz, o lindo encontro do Rio com o mar.

piacabucu-15

Navegamos por quase 3km em uma paisagem bucólica e exuberante. Tudo isso regado a muita história da região contada por um guia nativo.

piacabucu-7

Leia também:  Praia do Gunga – 5 passeios imperdíveis!

piacabucu-1

À medida que nos aproximamos do dourado das dunas móveis o cenário fica ainda mais especial! 

piacabucu-11

Seguimos até chegar próximo ao encontro do rio com o oceano (olha a concorrência!rs…). 

Piaçabuçu 30.jpg

Em seguida, voltamos para curtir as dunas e nos banharmos no Rio São Francisco mas claro sem escapar das brincadeiras do guia.

Vejam nossos rapazes coreografando Tiêta do Agreste! rs…

piacabucu-29

Se você animar, também dá pra fazer esquibunda nas dunas! Olha a galera lá em cima!

Piaçabuçu 31.jpg

Eu, como sou da vibe, comer, mergulhar e amar… Fiquei pelas margens só no relax…rs… Delícia demais!

piacabucu

Ops… Me empolguei…Vamos seguir com as dicas…

PRECISO LEVAR DINHEIRO EM ESPÉCIE?

Sim, senão vai passar vontade! No barco eles comercializam água, refrigerante, caipirinhas e cerveja. O pagamento é feito no final do passeio e em dinheiro.

Além disso, quando o barco faz a parada nas dunas, há barracas com comidas, bebidas, artesanato e doces(coma da cocada assada, coma da cocada assada… segue esse mantra…rs…). Tudo bem bonito e barato mas só aceita dinheiro em espécie.

piacabucu-23

HÁ ALGO PARA VER NA CIDADE ALÉM DO PASSEIO DE BARCO?

A cidade é bem pequena, ainda assim, é interessante depois do almoço ir até a igreja, ao coreto e ao centro de artesanato para fazer umas fotos.

igreja-piacabucu

Paróquia São Francisco de Borja

Piaçabuçu Alagoas

Acompanhe nossas andanças no instagram @viajantecomum.

piacabucu-26

Mercado de Artesanato

Como vocês podem perceber, trata-se de uma população pequena, muito simples, mas muito simpática e acolhedora.

Vale muito a visita, sobretudo para contrastar com os passeios de praia que são os mais procurados em Maceió e nos arredores.

Ah! Vale a pena mencionar o projeto com a pimenta rosa (da região) desenvolvido na Associação Aroeira. A história do projeto já foi matéria do Globo Rural, do Esquenta e de vários jornais.

Comprei essa aqui pra cooperar e utilizar nas minhas invenções culinárias, claro! Custou 10 reais.

piacabucu-28

Espero que tenham se encantado como eu me encantei!

Abração e muitas viagens!

DICAS VC

  • Leve água.
  • Não esqueça o chapéu e aplique protetor antes de entrar no barco. O sol nas dunas é realmente muito forte. Proteja-se.
  • Nade na lagoa ou entre os barcos. Siga as instruções do guia.
  • Se gosta de doces, compre a cocada assada, pelo amorrr!            
  • Se gosta de bolsa de palha, lá é o lugar!
  • Dê atenção a explicação dos guias. São jovens nativos que fazem esse trabalho voluntário com muito carinho!
  • Os passeios de buggy e quadriciclos não são permitidos para evitar deterioração das dunas. Contratar não é legal!

Alguma dica ou dúvida, deixa aqui nos comentários! Teremos o maior prazer em te responder!viajantecomumArtigo redigido por Cris Andrade. Arquiteta, criadora do @viajantecomum, estudante de direito e apaixonada pelo mundo.

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s